25 de novembro de 2010

Irmãos Campana, Melissa e Design


Meu livro chegou, finalmente! Depois de quase um mês, ele tá aqui comigo *-*
Bem, esse breve momento desabafo foi pra dar uma desculpinha por demorar a escrever e para iniciar o post recomendando ele. Então futuros designers, leiam "Irmãos Campana: cartas a um jovem designer". Super indico, a leitura é fácil e rápida, devorei o meu em um dia. Já fiz até uma listinha pra comprar alguns dessa coleção, "Cartas a um jovem estilista" com Herchcovitch (claaaro *-*) e "Cartas a um jovem fotógrafo" com Bob Wolfenson. Pra quem vai comprar, o melhor preço é na 2AB Editora. E na Editora Elsevier, onde eu comprei o meu, tem todos da coleção (ou quase todos, não sei quantos são).

Um trecho do livro que me chamou bastante atenção foi o começo do primeiro capítulo do livro:
Se tivessemos que dar apenas um conselho a alguém que quer ser designer, seria este: não importa de onde você veio, de que classe social é, do que gosta ou não, o mais importante é escolher um caminho e persistir nele, com disposição para enfrentar maus momentos, contratempos, dificuldades de toda ordem. Não dá pra ficar esperando alguém vir e resolver os seus problemas, apontar-lhe um rumo, pois na vida somos nós mesmos que temos de ir à luta para criar as nossas próprias possibilidades.
Como eu queria ter lido esse livro assim que eu entrei no curso. Até porque, no primeiro ano, pensei em desistir algumas vezes. Ainda bem que passou. E depois que li, não vou desistir tão fácil assim, não falo do curso, mas de todas as outras coisas que exigirem um pouco mais de persistência.

Pra quem não conhece:
Humberto e Fernando
Humberto Campana, bacharel em Direito pela USP, foi professor de Desenho Industrial da FAAP e lecionou no MUBE. É constantemente convidado para dar palestras sobre Design no Brasil e no exterior.
Fernando Campana, arquiteto pela Faculdade de Belas Artes em São Paulo, também lecionou no curso de Desenho Industrial da FAAP e no MUBE. Assim como seu irmão, também é chamado para dar palestras nacionais e internacionais.

E onde a melissa entra nessa história?
Ah, vai dizer que nunca viu nenhuma melissa assinada "melissa + campana". Pois bem, Comecei a tomar gosto por melissas antes de conhecer os Campana, mas confesso que me encantei pela primeira campana lançada. Não comprei porque não achei muito confortável. Então, um tempo depois, entrei no curso de Design, e logo no primeiro semestre de curso fui "apresentada" aos dois. Vi um documentário sobre eles (que até hoje procuro e nunca achei pra vender ou baixar) e adorei o jeito deles criarem.
Até que aparece nas lojas a campana Corallo, lá vou eu olhar, e acabei comprando. Pra quem não acredita, ela é bastante confortável e não machuca o pé, uma coisa rara numa melissa.
A premiada cadeira corallo e a melissa corallo
Todas as melissas criadas pelos irmãos tem uma inspiração em alguma de suas obras.
as melissas que eu já vi + obras de onde elas saíram
A mais recente melissa assinada pelos Campana não toma um objeto criado por eles como inspiração, mas sim uma planta. "Tentamos trazer o máximo do orgânico, pensando numa folha tropical que embrulhasse os pés e proporcionasse conforto. A natureza pode vestir, abrigar e proteger e fizemos isso a partir da Costela de Adão, uma planta que gostamos muito", diz Fernando.

essa vermelha tá linda *-*
#coisasdedesigner

3 comentários:

medicine.practises disse...

Leio todos os dias variados blogs , e sempre fico facinado com os temas abordados
Te desejo muitas visitas em seu novo blog! gostei muito dos temas do visual serei tua seguidora!
http://medicinepractises.blogspot.com/

BrilhosGifs.com disse...

Olá! Gostei muito do Seu Blog! Parabéns!
Já estou lhe seguindo, e aproveitando para divulgar
os meus sites...
Abraços!
Siga-me,
Tem sorteio de Natal por lá!
http://www.martas-bgfs.com
http://www.brilhosgifs.com

por Láisa Rebelo disse...

Aiii os Campana <3
Eu ainda não li esse livro, nem vi, mas vou catar :D

Postar um comentário